Arquivo da tag: andré hidalgo

RAPIDINHAS DA CASA DOS CRIADORES SOBRE OS NOVOS RUMOS

3913188290_62ef7fdc58
A loja da Casa de Criadores já abriu e vai ter apresentação pocket do Stop Play Moon no sábado, dia 31, lá pelas 16 horas. Agora o que pra mim foi bacana é que a loja deu mais sentido pra semana organizada por André Hidalgo e por sua nova diretriz no evento. Os estilistas, todos que desfilam no evento, tem que sair do mundo maravilhoso das passarelas e entrar na vida real, isso é, apresentar produto e é muito bom examinar na arara o que de conceito virou possível comércio.
Alguns anunciaram que a semana acontece nos dias 25 a 27 de novembro, mas a verdade é que a Casa vai virar um evento de 6 dias, do dia 22 ao 27 do mesmo mês. A novidade é que dois dias vão ser reservados para desfiles externos. Walério deve desfilar na Estação da Luz e as Gêmeas no Museu da Língua Portuguesa ou vice-versa ( ai gente, isso é blog, quem quiser que apure melhor amanhã na coletiva que André Hidalgo dará na loja da Casa dos Criadores), e por fim Gustavo Silvestre encerra o evento.
Falando em Gêmeas, tenho adorado ler as poesias de Isadora em seu blog. A relação dela com a escrita está cada vez mais forte, passando de mera diletante das letras para a ação da escrita. Vale visita. Assim como o flickr de sua irmã, Carolina que tem tirado belas fotos. É tão bom quando estilistas se posicionam e procuram outras formas de expressão para a imagem de sua moda. Ah! E elas vão estar numa espécie de reality do GNT em novembro que vai ter também o Wilson Ranieri e mais gente bacana que eu não lembro agora pois hoje é segunda e eu já estou lesado. Tchau Fashion Rocks!
3808008119_8dc3bbf16f
As duas fotos são de Carolina Foes Krieger

Anúncios

CASA DE CRIADORES VERÃO 2010

3578248471_6b1c85cdfd
Gêmeas

Há um ano atrás escrevi de problemas de narrativa na Casa de Criadores, também não estava claro o que André Hidalgo, o criador do evento, pretendia quando disse na época sobre tentar que os estilistas fizessem uma moda mais comercial. Na realidade, ele queria dizer uma moda com produto e hoje ficou muito claro nessa edição que parece que o evento segue esse feliz caminho: melhorou as narrativas [edição] de seus desfiles (raros os que se perderam) e apresentam hoje mais produto que nos anos anteriores. Existem mais peças com possibilidades de serem comercializadas no varejo e mesmo assim ainda mantém o seu espírito underground e experimental.
Já comentei da excelente surpresa do LAB, com certeza o melhor que já vi em todos esses anos, isso faz a gente sair um pouco do clichê de sempre apontar os mesmos como melhores apesar de os mesmos, as Gêmeas e Walério serem realmente os destaques do terceiro dia.
A personalidade das Gêmeas já está tão amadurecida que elas podem pegar um tema que milhares de estilistas já trabalharam, o México, e transformar em algo totalmente seu.
E Walério dispensou Claudia Leite e fez o que realmente sabe: mixar o popular com o glamour, referências que traz de seus trabalhos na 25 de Março e na São Caetano, a rua das noivas.
3579743936_ec6fa66227
Walério [e Vivi Orth na campanha por mais sorrisos na moda]

D’AROUCHE EM VÍDEO

dsc01460
Rimbaud e D’Arouche

Fernando Molinari, o criador do Rio Moda Hype, evento que apresenta novos estilistas dentro do calendário do Fashion Rio foi categórico comigo ao falar: uma marca jovem para se manter ou mesmo um criador para ter uma carreira contínua tem que pensar em produto desde o primeiro momento. Algo que me parecia inusitado já que se espera ousadias e pirações de jovens estilistas. Mas essa opnião parece também ser compartilhada por André Hidalgo, o idealizador da Semana de Moda Casa de Criadores, outro evento importante que também lança jovens estilistas.
E Fernando foi enfático comigo quando contraargumentei sobre o quesito “criativo”. Ele disse algo como: “nada impede de você ser ousado e apresentar produto, agora querer fazer uma bermuda de alfaiataria com um tecido caro a um preço de 400 reais, sendo um jovem estilsita, é atirar no próprio pé. Tem que fazer camiseta”.
A D’Arouche, uma jovem marca super requintada dos stylists David Polack e Carol Glidden-Gannon, parece que sabe dessa lição. Além de apresentar produtos de excelente acabamento e modelagem, o que torna as peças caras, eles optaram também por ter uma linha de camisetas lindas. Eu mesmo tenho uma com o retrato do poeta francês Rimbaud que simplesmente eu sou apaixonado por ela. E agora eles lançam mais modelos em um vídeo do talentoso Dácio Pinheiro com Denis Giacobelis. Como a marca é feita por dois queridos da moda aqui de São Paulo, eles conseguiram o luxo de ter o make do top Daniel Hernandez e a presença luminosa da super top Ana Claudia Michels ao lado de Oscar Suonelid. Dá uma olhada como ficou: