Arquivo da categoria: prostituição

DASPU (E A MODA?)

vaivaidaspuconviteVale
Minha amiga Sueli, que mora faz muito tempo no Canadá, me mandou esse link sobre a Daspu que saiu em terras estrangeiras. A matéria contextualiza a ONG de Gabriela Leite, Davida, voltada às doenças sexualmente transmissíveis e aos direitos das prostitutas e sua marca Daspu, que nasceu de uma paródia à grife de luxo Daslu, que na época até pensou em processar a criação de Gabriela.
É interessante ver que apelo e a simpatia que a Daspu desperta vai além das fronteiras. Lembro bem que em 2005 quando a marca foi criada, logo chamou atenção da mídia. Em um ato corajoso, elas apresentaram sua coleção fora do calendário carioca, mas durantes os dias que ocorriam o Fashion Rio. Mais corajoso ainda foi escolher o mesmo horário do desfile da Colcci que trazia ( e trará até quando?) a über model Gisele Bündchen. Lembro muito claramente dos jornalistas fashionistas se dividirem entre ir à Praça Tiradentes ver a estréia da Daspu ou ficar na Marina da Glória e ver Gisele. Na época, eu ainda trabalhava com Lilian Pacce e o GNT Fashion comeu bola e ninguém da equipe foi na Praça Tiradentes. Outros sites, revistas e jornais foram. Se minha memória não falha, Jorge Wakabara, Ivi Ivánova e Nina Lemos foram. A diferença da cara de saco cheio dos que ficaram na Colcci constratava com a cara de felicidade dos que foram na Praça Tiradentes no café da manhã do Gloria, o hotel que ficavam todos os fashionistas durante a temporada carioca.
E assim foi imediata a simpatia de muitos, mas muitos mesmo jornalistas e fashionistas que escreveram resenhas apaixonadas. A da Nina Lemos tinha a desfaçatez deliciosa de tirar ainda um sarro de quem ficou vendo a Gisele.
Com isso, quando a grife veio pela primeira vez para São Paulo trazida por Facundo Guerra e com desfile no Vegas, fui convocado para entrevistar Gabriela Leite. Só um detalhe do apoio que o povo da moda deu pra grife: o stylist Daniel Ueda foi convocado para esse desfile e se não me engano por um cachê baixíssimo ou mesmo de graça… Ai um fosfoxol nessa memória!
Bom, voltando a Gabriela, ela é uma figura espetacular, articulada, defensora das putas e me disse: “As putas tem seu lugar na moda, um lugar importante, afinal o que era Coco Chanel?”
Adendo: Pensando nesse viés, “o que é a última coleção da Balmain?” Ropahrara já!
Sou do time que tem imensa simpatia pela Daspu e a marca mostrou sua coleção de verão 2010 na Praça Tiradentes, Rio, no dia 26, e na quadra da Vai-Vai, em São Paulo, no dia 27. Não fui a nenhum dos desfiles, mas vendo as fotos, foi profunda a minha decepção. Acho que existe um estereótipo pobre de puta feito pela estilista Alzira Calhau, do Rôdo Coletivo de Belo Horizonte [não acredito que toda a responsablidade seja da estilista, pois algumas passaram pela marca e o resultado sempre parece emperrado na primeira coleção]. Tudo parece muito mais uma piada do que algo que o nosso imaginário possa encontrar de “glamouroso” e afirmativo que as garotas de programa, principalmente daquelas que dominam a situação, devam ostentar. E depois de 4 anos, a grife deve dar espaço também (já que não quer abolir as camisetas com estampas engraçadinhas) para mais informações de moda. Nada depois desse tempo, é desculpa para subdesenvolvimento. A ideia excelente de Gabriela de ter uma marca que seja algo afirmativo da profissão de prostituta deve sair do papel e se transformar em roupa. Tenho imensa simpatia pelo projeto, mas já é hora de rodar a bolsinha pra outra direção, porque esse ponto já deu.
09238314

Anúncios

BLOGVIEW REVISITED: MODA E PROSTITUIÇÃO

 

Não é de hoje que os signos moda e prostituição se misturam, se embolam e se confundem.

A começar com o grande preconceito com as modelos até bem pouco tempo atrás e sua fama de prostitutas.

Mas não podemos esquecer que Gabrielle “Coco” Chanel (1883-1971) que revolucionou a moda foi cortesã, nome dado às prostitutas que circulavam nas altas rodas da sociedade.

Quem me lembrou desse fato foi a mentora da Daspu, Gabriela Leite em uma entrevista sobre o primeiro desfile da marca que causou comoção nos fashionistas ao ser lançada no Rio, em plena praça Tiradentes, ponto tradicional da profissão mais antiga do mundo.

A marca Daspu surgiu da Ong Davida voltada para os direitos das prostitutas. No começo, investiu em camisetas espirituosas que tinham as próprias garotas de “vida fácil” como modelos. E hoje diversificam um pouco mais os produtos, oferecendo moda masculina também.

Glauco e as meninas da Oficina de Estilo já escreveram aqui no Blogview sobre o estilo da Bebel, a garota de programa interpretada por Camila Pitanga na novela das 8, “Paraíso Tropical” e sua grande influência nas mulheres da vida real. Ua situação paradoxal, é engraçado pensar que muitas mulheres que condenam a prostituição hoje estão copiando o estilo de uma puta!

E na vida real, bem sabemos, e o livro da ex-prostituta Bruna Surfistinha confirma, que muitas meninas de classe média fazem programas, assim como em inúmeros clubes noturnos hoje já não se identifica quem é a patricinha e quem é a prostituta, tamanha é a identificação de estilo: o top, o jeans, o cabelão são os mesmos!

Por fim, Hollywood que sempre foi um terreno fértil para a libertinagem, desde que não imprimida em uma película, iniciou no começo do milênio um tipo de festa que também chegou ao Brasil.: A “Pimp’n Ho”!

O termo é a abreviação para Pimp (cafetâo) com Hookers (prostitutas) e as celebridades se “fantasiam” desses personagens para entrar na festa. Esse é o dresscode.

O abuso das peles, pelúcia, casacões 7/8, ternos, chapéus fedora e um pouco de bling bling fazem parte desse novo modismo entre os membros da alta sociedade californiana e agora aqui no Brasil.

 

 

Marcos Mion foi um dos primeiros a trazer o Pimp’n Ho ao Brasil e difundir o estilo

 

São inúmeras as variações, mas o que mais chama atenção é a vontade de encarnar uma prostituta. Como se essa personagem sempre marginalizada conhecesse algum segredo de sedução, um dos pilares da moda, que os meros mortais ainda não saibam. Ou será que no fundo o ato da sedução estaria tão intrinsecamente ligado á prostituição?

 

DUS*****INFERNUS FAZ UMA PUTA COLUNA NO BLOGVIEW

Garotas de programa, prostituição, festa e moda na coluna dus*****infernus lá no Blogview. Vai lá! É de graça!