Arquivo da categoria: jeans

O JEANS E O MILK

levismilk05
Quem me conhece sabe do meu desprezo pelo chamado jeans premium, essa sofisticação leviana que retira de um dos impérios da contracultura seu status libertador e igualitário. O jeans nasce como uniforme operário e ruralista no século 19, e torna-se, nos anos 60 e todas as décadas seguintes até metade dos anos 90, a melhor tradução em roupa da palavra igualdade.
Me recuso a pagar R$1000,00 em um jeans desde sempre e não só agora por causa da chamada nova política da moda perante à crise que os fashionistas estão adorando anunciar. O jeans deve ser sofisticado em sua excelência, em seus valores, não em suas lavagens e rasgos propositais. Não digo isso contra a técnica de lavanderia que acho muito interessante, mas pelo abuso nos preços exorbitantes do chamado valor agregado que algumas marcas pregam em suas peças.
Para mim, jeans bom, é aquele que envelhece no seu corpo, não o que envelheceram pra você. A manobra para encarecê-lo – com a desculpa que o tradicional jeans já não tem o apelo que tinha – tem como resultado a descaracterização da própria essência do jeans. Não que ele não possa ou não deva mudar, mas a perda de seus elementos primordiais como o ideal de uniforme e igualdade fazem dele mais uma roupa de outra ideologia, ou por fim, uma roupa banal, sem caráter, muito mais do que aquilo que os críticos na época diziam sobre os exércitos de jovens vestidos com seus jeans pelas ruas nos anos 60 e 70.
levismilk02
Apesar disso o jeans tem seu lado fetichista. Esse, talvez, o único elemento primordial que permaneçou no chamado jeans premium.
Sempre tive uma atração pelo jeans five pockets e em especial o 501 da Levi’s. Fiquei um pouco reticente quando soube que a marca também quer apostar mais em suas linhas premium. Bom, pouco importa contanto que ainda faça jeans com preços razoáveis e o sempre clássico 501.
Acho que combina mais com a idéia de jeans que eu gosto de usar, a idéia de uma igualdade diferenciada, de uma igualdade possível, mas não de um igualitarismo.
levismilk03
Essa idéia de igualdade diferenciada está muito presente no excelente filme “Milk – A voz da igualdade”, de Gus Van Sant. A história de Harvey Milk, um ícone da militância gay, é interpretada por Sean Penn que acabou ganhando o Oscar de melhor ator pelo filme. O militante quer o direito de igualdade pela diferença, não à toa, sua plataforma política é apoiada não só por gays, mas sindicalistas, idosos, deficientes físicos.
O filme tem a palavra igualdade no título traduzido para o português e respira liberdade a 24 quadros por segundo. E o mais engraçado e coerente é que o clássico jeans com suas carcterísticas de uniforme, igualitárias, fetichistas e libertárias é um elemento presente e essencial durante toda essa história.
É esse jeans que me interessa e que eu gosto, pois é legítimo em sua essência, não precisou de nenhuma lavagem – cerebral – pra se tornar melhor ou mais bem aceito!
levismilk04

Anúncios

FIORUCCI NO BRASIL

 fiorucci-1.jpg

Calma, não é nenhum revival da marca (infelizmente) dos anos 80 sob o comando de Gloria Kalil, mas é o próprio Fiorucci em si que vem ao Brasil para um bate-papo no IED (Istituto Europeo di Design), na próxima quarta-feira, dia 22,  às 19h30.

Elio Fiorucci tem muita história pra contar, desde a festa de abertura do badalado e histórico Studio 54 que ele organizou, sua participação no filme “New York Beat” que tem participação do grafiteiro Jean Michel Basquiat, sua amizade com Andy Warhol que costumava autografar sua revista “Interview” na loja da marca em Nova York, sem falar do show da Madonna em 1983 feito especialmente para a abertura da filial parisiense da grife. Quer dizer, de anjinho ele não tinha nada, ele gostava mesmo de um babado!

Seu conceito pop e jovem para a marca fez do jeans da Fiorucci um objeto de desejo nas décadas de 70 e 80.

Hoje, afastado há mais de 18 anos da marca que vendeu para uma holding japonesa, ele continua no mundo da moda liderando três marcas: Love Therapy, a Baby Angel e a Selected by Elio Fiorucci 

Serviço:

Bate papo com Elio Fiorucci

Dia 22 de agosto

A partir das 19h30

Praça IED – Rua Maranhão, 617

A palestra será aberta para os alunos do IED e para convidados. Os que desejam participar devem enviar um e-mail para o endereço l.guimaraes@iedbrasil.com.br, pois as vagas são limitadas.