LAST DANCE – COLUNA DA REVISTA DA FOLHA DE SÃO PAULO – 11/04/2010

Aqui se encerra uma experiência inovadora na imprensa e na vida dos homossexuais brasileiros. A Coluna GLS foi a primeira que mostrou que existia diferenças – saudáveis – entre lésbicas e bees e que cada um deveria ter seu ponto de vista. Foi aqui, que diferente de outras mídias – como a TV Globo onde o beijo gay é vetado -, que os homossexuais puderam abraçar suas causas. Pudemos aqui esboçar uma espécie de crítica à homofobia e uma auto-crítica a certos comportamentos viciados dos gays que só reforçam ainda mais o preconceito contra os homossexuais. Refletimos que é necessário romper barreiras, a feminilidade de um homem nem sempre corresponde à sua orientação sexual, como os chamados crossdressers (vestir-se do sexo oposto) que, em sua maioria, sentem desejo sexual por mulheres. A sexualidade humana é muito mais vasta do que a rotulamos.

Mas o mais notável – pelo fato da coluna estar inserida em um grande jornal – foi finalmente estarmos fora do gueto. Não escrever somente para gays, mas abrir o diálogo com os héteros foi a grande pulo do gato dessa coluna. Sem o apoio dos chamados “simpatizantes”, não conseguiremos avançar.

Depois de todos esses paetês (purpurina é coisa de desavisada!), não podemos nos esquecer que ainda somos sub-cidadãos, sem direitos civis. Por isso, queridinha, pegue seu sapatinho de rubi, porque ainda vamos caminhar muito pra chegar além do arco-íris. Mas chegaremos!

6 Respostas para “LAST DANCE – COLUNA DA REVISTA DA FOLHA DE SÃO PAULO – 11/04/2010

  1. Pingback: Tweets that mention LAST DANCE – COLUNA DA REVISTA DA FOLHA DE SÃO PAULO – 11/04/2010 « dus*****infernus -- Topsy.com

  2. teu sapatinho de cristal tá aqui, kiridjinha! pirlimpimpim!!!

  3. Ahazou, bee! Vc falou dos sapatinhos de rubi e logo lembrei desse videozinho engraçado, será que vc já viu? http://www.youtube.com/watch?v=D2sLxXQUW9g

    :-*

  4. Mais do que colunas, precisamos de respeito aos Direitos Humanos! E que a estrada pavimentada de pedras amarelas não represente conflitos, mas sim o reconhecimento de direitos.

    Beijinhos BM

  5. A Folha vai deixar de publicar a coluna gls?

  6. Vou emprestar o kiridjinha, acima, de All about Eve… para me despedir com lágrimas do GLS da Folha e não poderia deixar de mencionar o nosso querido Andre, o Drico de Ipanema, o precursor da coluna e o homem que tb cortou o pinto dos gays e os transformou em Xuniors!
    Também não poderia deixar de lembrar do querido NUCOOL e uma de suas falas mais hilárias:
    “macho que é macho não faz a xuca, caga no pau”

    Chema Mengotti – diretor senior do Pink Club

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s