SEMANA LULA RODRIGUES: A MODA MASCULINA, COMO ANALISÁ-LA E COMO PERCEBER A CONTRIBUIÇÃO DAS RUAS E DOS NEGROS


Lula apontou e esclareceu algo importante no momento de fazermos a crítica e observação da moda masculina: ela evolui através dos detalhes, ela é, em certo sentido, metonímica. enquanto a moda feminina é metáforica. Para entendermos melhor a roupa masculina temos que ficar atento aos detalhes, é uma moda microscópica, enquanto a moda feminina hoje é uma questão do todo, é macroscópica. Por isso se ficarmos apenas reparando nos itens ou looks não compreenderemos as finas mudanças que ali se procede, a moda para os homens é muito mais sutil. Quando Sylvain escreve elogiando a Iódice masculino para susto de muitos fashionistas, ele está exatamente reverenciando e anunciando o detalhe, vendo através de uma lupa que mudanças importantes estão ali acontecendo.
Continuando…

O fato de você estar ligado ao streetweat e a cultura de rua é porque vê nessa manifestação uma possibilidade de avanço da moda para os homens? O que te interessa no streetwear?

É claro que a moda das ruas e sua cultura promove um avanço no visual masculino, o torna mais glamuroso e rico até demais. Ajuda ao homem a ter menos grilos com sua vaidade. Os rappers são super vaidosos e ostentam isso. São uma espécie de Luizes 14 contemporâneos. Tem seu códigos de beleza e são replicados e copiados por todo o planeta. Suas imagens vendem de cds/dvds a roupas a até cosméticos masculinos.

Mas é preciso que entendamos também suas mudanças. O streetwear desenvolve cara nova. Antes de criticá-lo como um processo de caretice ascendente, é necessário um olhar mais generoso para descobrir que tais mudanças fazem parte de um crescimento e maturação. O jovem do gueto de ontem, hoje tem emprego em Wall Street, é advogado de rappers, ou trabalha em ofícios que exigem dele roupas formais.
Veja a quantidade de perfis e a grande participação do negro americano numa revista mainstream como a Men’s Vogue, inclusive a regularidade de celebridades negras em suas capas. Vale lembrar que na Vogue feminina, modelo negra na capa fazia a revista encalhar. Quando Ralph Lauren usou uma modelo negra em sua campanha, o fato foi parar na revista Time. Quer mais preconceito ?

Já a versão masculina da revista, nasceu conectada no seu tempo. O street culture me interessa muito como um elemento que, por ser masculino acima de quaisquer suspeitas, propõe mudanças para o homem urbano e contemporâneo. Tem dinheiro, cash para pagar anúncios.

Anúncios

12 Respostas para “SEMANA LULA RODRIGUES: A MODA MASCULINA, COMO ANALISÁ-LA E COMO PERCEBER A CONTRIBUIÇÃO DAS RUAS E DOS NEGROS

  1. Só para endossar o grupo dos contentes com a “Série Lula” e pedir: MAIS,MAIS MAIS… Brilhante!

  2. SEMANA LULA RODRIGUES: A MODA MASCULINA, COMO ANALISÁ-LA E COMO PERCEBER A CONTRIBUIÇÃO DAS RUAS E DOS NEGROS … faltaram as bixas!

  3. diz que vai ter a semana Podrigona Volta da Romênia na qual será analisada a perda de identidade e a aracnofobia da dra. Podrigona

  4. OI!
    Trabalho numa assessoria de imprensa e queremos fazer um ação com blogueiros.
    Tu se importa de me passar teus contatos físicos??
    por favor, me reponda pelo e-mail carla_bal@businesspress.com.br
    Abraço!

  5. Continuo firme, forte e fiel a minissérie. Lula tem muita razão e conhecimento. A moda masculina muda no detalhe, aos poucos e lentamente.

  6. bem que vc podia colocar um feed aqui pra podermos assinar e receber um resuminho dos posts por e-mail ;))

  7. Muito legal esse post, pois mostra que os homens negros americanos venceram uma barreira de preconceito e hoje sabem misturar tendências das ruas com o universo chic. Principalmente, por terem saído do gueto e hoje serem potenciais e regulares consumidores de moda.

    Recentemente, a revista MOda trouxe um negro na capa e Obama foi considerado um homem bem vestido. Fico feliz em presenciar esse momento que contarei para filhos e netos. 🙂

  8. ..bacana poder refletir sobre moda masculina com pessoas de tão alto grau de conhecimento como o Lula, o Sylvain, o Oliveros e tantos outros que interferem com seus comments bem apropriados…neste momento que a moda masculina está sob todos os holofotes é delicioso poder sorver estas aulas diárias…Parabéns Lula, Vitor, etc…Gosto das apresentações do Ivan Aguilar. Percebo que ele busca mudar o cenário da Moda masculina, ainda que seja aos poucos, pois ele tem raízes profundas na alfaiataria. Acredito que em pouco tempo poderemos mudar nossa moda com mais rapidez, assim como ocorre com as mulheres. O pontapé inicial já foi dado, a partir destas pequenas discussões.

  9. já passou seus “contatos físicos”? (adoro)

  10. O que o Lula diz tem muito a ver na nossa realidade, podemos apenas traçar um paralelo com a música black e cantores negros que são influência constante no brasil nas paradas de sucesso e espero que os meios de comunicação em moda e cultura e a própria população percam esse preconceito aqui no Brasil.

    Que venha mais uma aula! estou absorvendo tudo para o Homem bem Vestido!

    Abraços,

    Fabio Allves
    http://homembemvestido.wordpress.com

  11. euq ueria saber um pouco da modas ara os aolecentes com 14 anos!!!

  12. Pingback: OFICINA DE ESTILO: MODA PRA VIDA REAL » Blog Archive » aulas de compreensão da moda masculine

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s