SPFW – MARIA BONITA: TE REENCONTRAREI-ME

Na trilha,a poesia de Dorival Caymmi. Na passarela, a prosa de Maria Bonita.
O compositor baiano tem em seus pontos altos, a economia de signos, um certo minimalismo poético: “não fazes favor nenhum/ em gostar de alguém/ nem eu/ nem eu/ nem eu” é um exemplo clássico. O diálogo de Maria Cândida com o japonismo e depois de Dani Jensen com o minimalismo fazem da prosa da marca também em suas roupas ter uma certa economia de signos.
Mas nada é literal, pois poesia invade a prosa da marca assim como o mar em ressaca arrebenta no calçadão da praia.

A peça central, o macacão (um dos itens do DNA da marca), simboliza arquetipicamente o trabalho, no caso os laboriosos pescadores.

De suas cordas, de sua linha de pescar constrói-se as roupas, essa jangada que nos fará navegar pelo imaginário da estilista.
Seu mar é denso! Mas suas peças são leves!

Dani Jensen continua a olhar o outro, no caso um universo distante do seu, sua alteridade: os pescadores e mimetiza a alma brasileira, essa que na impossibilidade da cópia acaba criando um vasto mundo novo. Te reencontrei-me!

Anúncios

Uma resposta para “SPFW – MARIA BONITA: TE REENCONTRAREI-ME

  1. Pingback: O SOL BRASILEIRO DO VERÃO 2009 « dus*****infernus

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s