GÊMEAS: O ÉTNICO E O ROCK A FAVOR DA PERSONALIDADE DE UMA MARCA

gemeas-marcelo-elidio.jpg 

foto Marcelo Elídio

É, eu disse que ia… E até me programei para ir… E até fui na Casa das Rosas mas cheguei tarde. Você sabe, Dus*****Infernus from Hell’s ultimamente não tem feito coisas certas ou feitos as coisas certas ao avesso.

Bom, mas mesmo assim fiquei encantado com as fotos e acho que as gêmeas Carolina e Isadora Fóes Krieger chegaram a um ponto formal que a identidade que elas sempre imprimiram com tanta força na marca, que fazia que vida e roupa serem um uníssono de guitarra (quantas vezes inúmeros críticos de moda comentaram que as roupas que elas criavam eram as mesmas que elas vestiam) sobe mais um patamar (ou seria uma escala musical?). É autoral e comercial sob medida, como se a harmonia e a melodia encontrassem sua batida perfeita. O desprezo pelas tendências é um ponto alto das meninas, sempre foi… O que qualificava e qualifica a personalidade das estilistas aplicadas às suas roupas.

Dessa vez foi o étnico, a Rússia dizem.(não vou mais polemizar sobre esse assunto)… Mas através daquilo que é olhar para o estranho, o estrangeiro, o lugar distante, foi um ponto de partida para reafirmar o sólido caminho que elas tem trilhado, o seu interior, o DNA da marca.

A questão do masculino-feminino da marca, assunto tão caro às duas que sempre apostam em uma mulher que trafega entre os gêneros se dá na combinação de uma silhueta rock (as calças skinnies que elas tanto adoram e trazem um ar urbano e mais agressivo) com uma outra bem solta (os ponchos, com atenção para os sheeps, uma espécie de buclê que deixa a roupa com cara de “fofinha”).

Em uma imagem forte e poderosa de mulher sempre decidida, elas imprimem feminilidade nas aplicações das rosas em calças e tops.

E para minha surpresa, os 4 looks masculinos são incríveis pois tem essa mistura contemporânea entre os opostos: masculino (o rock) e feminino (aplicações de rosas e passamanarias).

Em um certo sentido as Gêmeas chegam a Libra arquetipicamente falando, isso é, alcançam com persoinalidade própria o equilíbro entre os opostos.

1262175.jpg foto Charles Naseh

Anúncios

6 Respostas para “GÊMEAS: O ÉTNICO E O ROCK A FAVOR DA PERSONALIDADE DE UMA MARCA

  1. Também gostei da coleção. Elas estão cada vez mais maduras.

  2. Também gostei da coleção. Elas estão cada vez mais maduras.

  3. Essas gemeas são aquelas duas que viviam na noite fazendo carinha blase e eram referência no Hell’s Club e coisas afins?!

  4. Hj estamos trocando confetes! Vão dizer que é protecionismo! Mas sabe que adorei seu texto??? Muito inspirado e inspirador, juro!
    Qto ao meu de arquitetura, acho ele muito espinhoso, mas mesmo assim resolvi publicar, afinal esta é a nossa vantagem! Desde que eu li o seu, andava pensando num texto de arquitetura e moda….

  5. Pingback: CASA DE CRIADORES: AS GÊMEAS « dus*****infernus

  6. Pingback: CASA DE CRIADORES: A POESIA DAS GÊMEAS « dus*****infernus

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s