O PORNÔ SEM A NECESSIDADE DE SER CHIQUE

Existe contestação sim na moda masculina (masculine, por favor). Ou pelo menos um olhar menos óbvio, que tão apegados ao Style.com que somos e pelo seu tom conservador por vezes deixamos de enxergar e escapar de nossas análises. Falo isso porque em nenhum blog que naveguei vi algo sobre essas duas coleções de verão que falarei em seguida e que trazem outras e importantes questões para os masculines.

porn-sem-ser-chique.jpg foto de Lukas Wassmann

Bernhard Willheim verão 2008

E por uma certa preguiça e fechando meu olhar para tudo que já tinha sido mostrado no Style.com, demoraram a chegar para mim as imagens das coleções de verão para os homens de Walter van Beirendonck, na minha opinião o grande criador de moda masculine (anos-luz do talentoso, mas incensado-por-demais Hedi Slimane) e seu discípulo Bernhard Willhelm, que particularmente acho muito mais interessante no quesito roupas para homens.

bernhard_with_walter.jpg foto Diane Pernet

Bernhard e Walter: um outro olhar para os homens no verão 2008

A estética pornô – que acompanhou o legado de uma era ao final do século 20 – não resisteria muito tempo em solo feminino sem a mediação inteligente e imprescindível da visão de Carine Roitfeld no desenho do styling da Gucci e de todo o pornô-chique que encarnariam na pessoa do estilista Tom Ford nos anos 90.

Mas para a moda masculine hoje, Bernhard e Walter vão direto ao assunto como os homens bem gostam e criam imagens muito urbanas com forte conotação sexual.

 

sagat-urbano-carro.jpg

foto de Lukas Wassmann

São duas coleções muito diferentes dos meninos perdidos, fracos e inseguros da Prada, Lanvin & Cia. Muito diferente do que foi mostrado pelo Style.com e meu erro de olhar preferencialmente para essa fonte para analisar as coleções masculines.

sexo.jpg

Bernhard Willhelm, verão 2008

O alemão Bernhard Willhelm, que estudou na essência da escola belga, dialoga com a idéia do macho em sua coleção de verão 2008. E faz um ato irreverente ao chamar como modelo de suas fotos da exposição que apresentou no dia 1º de julho na Galeria Baumet-Sultana, o pornstar gay François Sagat.

O ato tem algo de paradoxal: macho versus gay e masculinidade + homossexualidade!

maplethorpe.jpg

Sagat foi vencedor esse ano como melhor performer no GayVN Awards, e não deixou seu lado sexual de fora. Com fotos do suíço Lukas Wassmann, a coleção é inspirada em imagens eróticas com referências ao ícone sexual dos anos 70, Peter Berlin e ao fotógrafo Robert Mapplethorpe. A exposição e o lookbook da coleção de verão transpiram sexo.

sagat-berlin.jpg mappelthorpe.jpg

Berlin e Mapplethorpe: referências

 

Sem medo das cores e de suas misturas improváveis, flertando com o esportivo , em especial a luta livre, Willhelm apresenta formas ajustadas, mas diferentemente do que poderíamos chamar de “sequinhas”, já que o sportwear sempre traz a idéia de conforto.

Os comprimentos são curtos, mas as idéias são longas.

Temos também um ato paradoxal, já que as formas ajustadas não são em um corpo “skinny” e sim em um completamente musculoso, um biotipo vindo de passarelas passadas e hoje, para os padrões vigentes na moda, tido como algo cafona por ser “forte” demais.

A questão do bom gosto e das regras da moda vigente estão em cheque como tão bnm gosta de confrontá-las , só que de outra forma, a senhora Prada.

 

 

 

sagat-luta-livre.jpg

look-book-bernh.jpg

Já Walter van Beirendonck também traz em seu universo colorido e fluo, muito antes do fluo ser tendência o sexo. E ele está presente como mote até no título da coleção: “Sex Clown”.

walter-2.jpg

Walter van Beirendonck verão 2008

Sobre a coleção em si, falarei melhor amanhã mas ele faz o movimento inverso do que está acontecendo hoje na moda para as mulheres. Ele traz elementos do feminino para a moda masculine. Isso não é novo na moda masculine, mas a sua ação tem intenção sexual e esse é seu grande pulo do gato.

walter-geral.jpg

formas femininas, streetwear, sportwear e sexo – Walter van Beirendonck verão 2008

Fazendo sempre uma salada geral de referências, Walter não tem medo de ser pornô sem mediações. Já que para os homens, a princípio, a relação entre chique e pornô é irrelevante.

Anúncios

17 Respostas para “O PORNÔ SEM A NECESSIDADE DE SER CHIQUE

  1. Gato, me fala onde vc conseguiu ver as fotos das coleções deles!! Procurei que nem louco na internet e nada…. Mas quanto ao style, para moda masculina não funciona muito, mas para a feminia, sempre que tem temporada de modo, eu olho primeiro o site da vogue uk ou o da elle, pq lá costumam ter os desfiles que não aparecem no style.com

    Beijos!

  2. TÔ BEGE COM AS FOTOS DO SAGAT! Escapamento de carro era um fetiche que eu desconhecia, me surpreendeu! rsrsrsrsrs
    Vi um desfile do BW, tempo atrás, em que era projetado um video chatinho com a mãe dele fazendo um bolo. Ele apresentou um tricôs com motivos cafonas, mas nada que se compare a isso. Preciso de um tempo para digerir.

  3. hahahahahaha.. to passada! amei as flores! hahahahahaha… saudades de vc, seu bandido sumido! beijocas

  4. Vamos por partes: Tudo muito artístico, muito contestador e tal, mas a parte que interessa, ou seja, a roupa, me remete a coleções passadas do Moshe. Moda para um gueto. Vai me perdoar, Vitão, mas dizer que é melhor que Slimane é meio too much, não? Nada contra sua opinião, ela é consistente e super válida, veja bem, mas aí entra de novo aquela discussão: alguns estilistas fazem melhor arte do que moda. E tudo bem. Eles são importantíssimos para arejar nosso olhar viciado em Style.com, concordo, mas misturar moda e arte e ainda por cima representar algo no business é bem complicado. Acho as fotos o máximo, anyway! Bjo!

  5. Não vou ficar irritado não, querido, longe disso. Acho o debate super saudável, ainda mais com vc. Vc pode odiar o Slimane, tá cheio de razão no seu ponto de vista. O que eu discuto é se o Bernhard (Bern HARD é muito bom, né?)e o Walter é que seriam o futuro da moda masculina fazendo uniforme pra The Week…Bjs!

  6. Pingback: Sangue novo na terra da Rainha « C´est hypercool!

  7. adorei o post e a discussã! eu tb prefiro o slimane, mas só pra dar close nos beirendoncks da the week 😉

  8. Pingback: Walter Van Beirendonck versão miniatura « . ABOUT FASHION .

  9. IMPRESIONADO CON ESTAS IMAGNES ARTISTICAs,asi debiese ser la vida,ampliamente informal,pero solo la mente del hombre es informal.

  10. a mapplethorpe morreu, né? mas os imitadores não

  11. que coisas horriveis nunca vi tanto mal gosto ..eca ..rsrs

  12. Adorei as fotos! O cara é genial! Mistura de fetiche (já chega de tanta mulher pelada em revista de moda feminina,né?!) e arte. Amei.

  13. eu gostei muito foi loko kkkkkkkk

  14. foi muito legal eu gostei das fotous kkk

  15. kkkk adorei as fotos muito legal mesmo ki di mais….bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s